A história do chocolate

A história do chocolate
A história do chocolate

A história do chocolate se inicia com os primeiros vestígios da descoberta do chocolate em cerca de 1.500 a.C. e vêm da civilização Olmeca que habitava o México na época.

Posteriormente o cacau foi utilizado pelos Maias e Astecas em forma de bebida, considerada sagrada. Nas cerimônias religiosas, o cacau torrado era servido com especiarias e mel e tinha gosto mais amargo. Nesse mesmo período, o cacau era tão valioso que foi até utilizado como moeda de troca. Esse foi o inicio da história do chocolate.

Cristóvão Colombo foi o responsável por levar o cacau até a Europa, apenas como curiosidade, tornando naquela época como grande especiaria por toda a Europa.

No início, apenas mulheres, nobre e sacerdotes consumiam o alimento em cerimônias religiosas.

Depois o cacau foi se popularizando e após o aperfeiçoamento de diversas técnicas chegou-se ao licor, criando-se um chocolate em pó de boa qualidade, o que tornou possível a criação do primeiro chocolate em barra.

O chocolate se populariza pela Europa, e em 1700 as Casas de Chocolate passam a competir com as tradicionais Casas de Café de Londres. Uma xícara de chocolate quente não era mais um luxo somente para os ricos.

A revolução Industrial e a invenção de diversas máquinas tornaram possível a produção em massa, além de tornar os produtos mais baratos, e o mesmo aconteceu com a indústria do chocolate.

No ano de 1746 é que se tem registro da primeira plantação de cacau no estado da Bahia. Em 1752, o cacau chegou à cidade de Ilhéus, tornando-se o principal polo de cacau da Bahia e com o maior porto exportador do país.

Típico de clima tropical, o cacaueiro encontra no Brasil um ambiente ideal para o seu cultivo, principalmente nas regiões do Espírito Santo e o sul da Bahia, Ilhéus. Hoje, nosso país (na safra 2011/12 produziu 220 mil toneladas) é o maior produtor da América Latina e um dos maiores do mundo ao lado da Costa do Marfim, de Gana e do Equador.

Em 1875, um fabricante suíço de chocolate criou uma barra de chocolate ao leite, usando leite fresco. Desde então, numerosas fábricas de chocolate em diversos países desenvolveram os mais variados tipos de chocolate – ao leite, amargo, meio amargo, branco, trufado, com sal (pode acreditar, já existe chocolate com pequenos grãos de sal), com ou sem nozes, licor e sem licor, e inumeráveis tipos de chocolates para satisfazer a todos os paladares e bolsos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *