O vicio do chocolate

O vicio do chocolate
O vicio do chocolate
O vicio do chocolate

Você se considera viciado (a) em chocolate? Daquelas pessoas que se dizem ‘’chocólatras’’? Saiba que esse vicio tem uma explicação.

Uma estudo por especialistas no assunto provou que a vontade de comer um chocolate atrás do outro está relacionada com a activação no cérebro de um neurotransmissor semelhante à morfina, chamado encefalina, numa determinada região do cérebro, o neoestriado. Esse estudo foi testado em ratos. Eles perceberam que, ao dar m&m’s a encefalina e a morfina aumentavam quando eles comiam chocolate, e principalmente, ao comer rápido. Em situações normais os ratos comeram em média 10 M&M’s em vinte minutos. “Não são as encefalinas ou outras drogas similares que fazem os ratos gostarem mais de chocolate, mas as substâncias químicas do cérebro aumentam o desejo de os comer”, esclarece o comunicado de imprensa sobre o estudo.

“Isto significa que o cérebro tem mais sistemas do que se pensava para levar as pessoas a consumir” refere Alexandra DiFeliceantonio.  Parece provável que esta descoberta signifique que esse neurotransmissor possa comandar, nas pessoas, algumas formas de consumo excessivo e de dependência. Mas, o vicio do chocolate tem até que lados bons.  O chocolate, antes de dormir, recupera nossas forças e ajuda a embalar o sono.

Quando comemos chocolate, além do prazer, nos ajuda a relaxar, diminuir as tensões, e até mesmo as tristezas. E esse é um fator que contribui para o vicio.

Uma Curisoidade:  Existe um termo em inglês para essa compulsão: craving, algo como “fissura”.

chocolate-vicio-mulher-comendo-chocolate-mulher-viciada-em-chocolate-1341512004553_1920x1080

Chocolate dá espinhas: Mito ou verdade?

Chocolate dá espinhas: Mito ou verdade

Basta algumas espinhas aparecerem em nosso rosto, para pensarmos que é culpa do chocolate. Mas será mesmo que essas delicias nos causam espinhas?  Os responsáveis pelas acnes são os componentes utilizados no procedimento para deixar o chocolate mais doce, provocando o aumento de glicemia no sangue e, consequentemente, o surgimento das espinhas. O chocolate não causa espinhas, porém, pode causar enxaqueca, o que atualmente é um problema muito comum entre as pessoas.  O chocolate ajuda na aceleração do metabolismo, e isso sim, gera acne.

Chocolate dá espinhas: Mito ou verdade
Chocolate dá espinhas: Mito ou verdade

Ter chocolate amargo sempre à mão é uma ótima solução para minimizar os produtores de espinhas. “Os flavonóides do cacau mostram-se potentes para melhorar a estrutura da pele e o fluxo sanguíneo, o que faz das pequenas porções desse tipo de chocolate uma parte legítima e deliciosa do seu regime de cuidados da pele. Mas não pode abusar das porções”, explica Lisa em seu livro “A Dieta da Beleza” (Ed. Bestseller). Mas alguns estudos sugerem que a ingestão de grande quantidade de carboidrato refinado – encontrados em alimentos enlatados, processados, biscoito, massas e pão branco – e açúcar podem contribuir, sim, para o aparecimento da acne. Por isso, vale maneirar nesse consumo e não abusar do chocolate ao leite ou branco, até mesmo para ficar com a saúde em dia. Mas, vale lembrar que o maior causador de acne é a mudança hormonal constante. Woman-eating-chocolate-Chocolate-diet-Diet-and-xGa9nk-Wellbeing

A páscoa e as delícias do chocolate!

A páscoa e as delícias do chocolate
A páscoa e as delícias do chocolate
A páscoa e as delícias do chocolate

Estamos na semana da páscoa, e mais uma vez chegamos ao momento simbólico do renascimento de Cristo. A páscoa representa o renascimento, a renovação. Isso pode ser constantemente acrescentado as nossas vidas, haja vista que ao longo da vida, renascemos inúmeras vezes.

Aliado a isso, vem um período delicioso. A oportunidade de saborear os mais variados tipos de chocolate. Ah o Chocolate!…Uma das melhores invenções da humanidade e que nunca sai de moda. Tem ovos para todos os gostos e bolsos. Dos mais modestos e menos saborosos ao mais caros e saborosíssimos, como os chocolates Belga e suíço, por exemplo.

Não podemos esquecer também os chocolates caseiros, que são grandes concorrentes dos fabricantes tradicionais, alguns não ficando devendo absolutamente nada em matéria de qualidade a essas grandes marcas.

Além de todo esse simbolismo da páscoa, da infinita variedade de ovos com sabores prazeirosamente alucinantes, como se isso já não bastasse, o chocolate ainda nos proporciona uma maior produção de serotonina, neurotransmissor que promove a sensação de felicidade. Podemos afirmar com isso, que o chocolate é literalmente a fórmula da felicidade e do prazer degustativo.

Considerando tudo que o chocolate pode nos trazer de bom, este é um momento ideal do ano para compartilharmos desta alegria com as pessoas que tem grande importância emocional em nossas vidas e desfrutar a experiência dos sabores e sensações que este produto é capaz de nos propiciar e entender que a vida tem literalmente o seu lado doce e prazeroso, e   que só precisamos nos permitir usufrui-lo em toda sua plenitude para que possamos seguir em frente com mais ânimo e entusiasmo.

Aliar o período do renascimento de Jesus Cristo com o prazer de saborear as delícias do chocolate é uma boa forma de repensar as nossas atutides, nossos erros, nossas escolhas e assim entendermos como deverá ser a nossa postura de agora em diante, para que não voltemos a cometer mais os mesmos erros e sim novos erros, pois isto nos fará amadurecer e evoluir ainda mais. Tudo isso, regado a muito chocolate, com direito a se lambuzar, a ganhar uns quilinhos a mais sem o menor sentimento de culpa, pois comer chocolate é uma das melhores coisas da vida. E vamos combinar!Sem tem uma coisa que não combina com culpa, rigidez e mal humor, seguramente é o chocolate.

Quem curte de verdade um bom chocolate, sabe curtir o lado bom da vida, visto que é isso que as delícias do chocolate representa. A delícia de viver!Boa Páscoa!