Chocolate e espinhas: causa e consequência?

Que atire a primeira pedra aquele que nunca ouviu aquela frase “não coma muito chocolate para não ficar com espinhas”. A proximidade entre os acnes e o cacau sempre esteve muito próximo no imaginário popular, mas nunca se afirma, com certeza, se o consumo de chocolate influencia ou não nas benditas espinhas. Pela dúvida, muitos jovens deixam de saborear o seu bom e velho chocolate para preservar uma pele mais bonita. Mas será que essa preocupação e restrição são realmente necessárias?

mulher e espinhasA resposta para essa pergunta, atualmente, é NÃO! Com os estudos que temos, não é possível identificar uma associação entre o consumo de chocolate e o crescimento de acnes. Mas cuidado, afinal não é porque não causa espinhas que o consumo deve ser exagerado. Lembre-se que os chocolates apresentam gorduras e que ter um controle é vital para evitar problemas como a obesidade e doenças cardiovasculares (apesar de isso ser um pouco complicado).

Vale salientar que o chocolate pode produzir alguns sintomas anormais, tais como enxaqueca e dor de cabeça em algumas pessoas, além da sensação de bem-estar já conhecida por boa parte da população. Por isso, é importante manter uma taxa regulada de chocolate diária ou semanalmente, evitando concentrações maiores do que 30 g (um tablete) por dia. Além disso, o consumo do chocolate amargo sempre é o mais recomendado!

espinhaAinda sobre as benditas espinhas, é importante lembrar que a acne ocorre por causa de um aumento da secreção de glândulas sebáceas nos folículos da pele. Essas glândulas produzem mais secreção a partir do consumo de alimentos mais gordurosos, tornando a pele mais oleosa e, assim, aumentando a probabilidade de ocorrer espinhas. Além disso, o surgimento de acnes está diretamente ligado a mudanças hormonais, o que explica o motivo de tantos adolescentes apresentarem o problema das frequentes espinhas. Por fim, o fator hereditário também conta nessa história, fazendo com que o surgimento de acnes esteja atrelado a diversos fatores.

espinhasAgora que você já sabe que a relação chocolate e espinhas é mais uma lenda urbana do que algo comprovado cientificamente, é importante ressaltar que, se você tem espinhas, não estoure as “pobres coitadas”! Além de ficar um estranha cratera em sua face, isso pode acarretar até em problemas de saúde mais graves. O importante é promover uma boa limpeza da pele diária com produtos estéticos e, em casos mais severos, procurar um dermatologista para indicar o tratamento e medicamentos necessários para retirar os benditos acnes.

chocolate-belezaPor fim, o último detalhe deste post é a recomendação da moderada ingestão de chocolate, assim como da normalidade das espinhas nas pessoas. Alguns têm muitas, outros têm poucas, mas elas geralmente aparecem principalmente na adolescência, já que é uma fase em que o corpo atravessa uma fase jamais vista por ele. Além disso, a ansiedade é um fator negativo para aqueles que odeiam as espinhas, visto que acarreta uma produção ainda maior delas. Portanto, chocolate não causa espinhas, mas não deixe que ele seja um vilão. E nem que as benditas espinhas tomem conta de você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *