Será que o chocolate vicia mesmo?

Você já ouviu aquela história de que a maioria das coisas que começam com a letra C vicia? Chocolate, café, cigarro… muitos outros elementos com a letra C ao início apresentam a má fama de tornarem-se algo compulsivo para a maioria das pessoas. O chocolate, essa dádiva, pode ser considerado um elemento a ser um vício para muitas pessoas. Há casos de indivíduos que não conseguem ficar sem aquele bombom diário ou semanal. Alguns até sentem dores de cabeça. Mas será que isso é uma compulsão ou o simples desejos de se deleitar no cacau?

chocolatra-2Para você que ficou preocupado se apresenta o vício de comer chocolate, a resposta é que sim, o chocolate pode ser capaz de viciar. Uma substância presente no chocolate, a teobromina, atua diretamente na região do sistema límbico, o qual ativa a produção de serotonina, o “hormônio da felicidade” o qual, em altas taxas no organismo, provoca reações como felicidade extrema, relaxamento e com energia. Pelo contrário, com baixas taxas de serotonina, há uma forte tendência à tristeza, a ficar irritado e até quadros de depressão e doenças psiquiátricas.

Além disso, o chocolate ativa as mesmas regiões cerebrais que também são ativadas com o uso de drogas, como a cocaína. Essas regiões são locais onde funciona a regra da recompensa, o que torna as pessoas dependentes do uso de chocolates, por exemplo. O não consumo da dádiva do cacau pode ocasionar dores de cabeça e outros problemas já citados anteriormente. Você já pensou que poderia ser chantageado por causa de um bombom?

O chocolate é tão eficiente em viciar que até os registros históricos comprovam o poder de chocolate em viciar, comparando-o até a forças malignas. No século XVI, por exemplo, os padres jesuítas escreveram que a conhecida bebida feita de cacau produzida e consumida pelos indígenas era algo “do demônio”, já que eles não paravam de consumir, era algo incontrolável. Já pensou se o pessoal dessa época prova as delícias que temos hoje em dia?

 

É bom salientar também que os riscos para um consumo descontrolado de chocolate não são apenas a dor de cabeça e a tristeza. Sempre é interessante lembrar que os chocolates possuem alta taxa calórica e podem levar, em consumos exagerados, à obesidade e a doenças cardiovasculares (que em pequenas quantidades o chocolate inibe, lembra?) e diabetes.  Portanto, lembre-se sempre de evitar o consumo exagerado.

Ou seja, você pode ser um “quase viciado” (no bom sentido, de ao menos 2x na semana), mas não ao ponto de tornar o chocolate seu inimigo. Ele pode ser seu companheiro diário, tal como para muitos o arroz e o feijão são. Mas sempre com cuidado. Aquele pedaço da barrinha depois do almoço, só para “adoçar a boca” pode ser uma solução. É difícil de se controlar com muitas das delícias possíveis, mas melhor do que isso é poder ingerir por muito tempo e com uma boa saúde. E aquela dica bem clichê: tenha uma dieta balanceada e não deixe o chocolate ser um vício do mal. Tudo de muito é veneno.

Inclusive as dádivas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *